domingo, 25 de abril de 2010

Tem dias que agente sente o passado

Ele vem

Esfrega no teu ouvido

Canta uma música

Faz dançar.


Tem dias que agente sente o agora

Como um suspiro

Que foge de dentro

Busca um rumo

E parte.


Tem dias que agente sente o futuro

Mas ele não pode existir

E isso dá medo

Como o silêncio que esconde

E cala.


Tem dias que agente não sente.

2 comentários:

  1. que bom que colocou mais uma coisa aqui, aliàs, LINDA!!!!!
    beijossssssssss e saudades

    ResponderExcluir